5 Ocasiões para Usar o Marketing de Afiliados (E Quando Não Usá-lo)

É possível ficar rico da noite para o dia com o marketing de afiliados?

Essa é a pergunta de um milhão de dólares, literalmente.

Talvez, blogueiros e gurus dirão que sim.

Mas serei honesto com você.

Marketing de afiliados pode gerar excelentes resultados quando feito corretamente.

Só porque todos podem ter um link de afiliado não quer dizer que todos serão bem-sucedidos.

É preciso muito mais para alavancar sua marca com o marketing de afiliados.

Demanda tempo, estratégia e muita luta para ver resultados.

Não acontece da noite para o dia.

A dura realidade é que muitas pessoas não verão os resultados que esperavam.

Às vezes funciona bem e outras vezes não.

Então, você conseguirá vencer como afiliado?

Veja o que você precisa fazer.

Qual é o lance com o marketing de afiliados?

O marketing de afiliados é um acordo entre um anunciante que quer vender um produto e um profissional do marketing que quer ajudar a encontrar pessoas que queiram comprar esse produto.

affiliate banner

Vamos dar uma olhada nos dois personagens envolvidos:

  1. O anunciante – também conhecido como o vendedor, marca, varejista ou fornecedor – tem algo que quer vender.
  2. O afiliado – também conhecido como profissional do marketing – é alguém que pode ganhar dinheiro ao promover certos produtos de certo anunciante.

Qualquer um pode ser um afiliado.

É possível encontrar muitos afiliados no mundo dos blogs.

Eles normalmente fazem a análise de um produto e incluem um link de afiliado na descrição do vídeo.

O blogueiro ganha uma pequena comissão toda vez que alguém clica no link para comprar o produto.

Provavelmente foi um exagero de links de afiliado.

Mas, pelo menos, você sabe que ele é um afiliado.

Um afiliado normalmente recebe um link com uma ID de rastreamento. Note que, nos exemplos acima, esse link está escondido sob um link bit.ly.

Tecnicamente, você deveria informar que você é um afiliado.

A FTC (Comissão Federal de Comércio) agora exige isso de qualquer pessoas que promova um produto e receba algum tipo de compensação por isso.

Quando alguém clica no link, é levado ao site do anunciante.

Normalmente, um cookie é instalado no dispositivo do visitante por algo em torno de 30 a 90 dias. Assim, se ele acaba comprando o produto mais tarde, a empresa sabe qual afiliado encaminhou esse cliente.

Bem simples, não?

Então por que nem todo mundo faz isso?

Como em tudo na vida, existem prós e contras em ser um afiliado.

Primeiro, explorarei as razões pelas quais você deveria participar.

Depois, algumas razões para você ter cautela.

Quando o marketing de afiliados é uma boa ideia

Há muitos benefícios em ser um afiliado.

Um deles é o baixo custo para começar.

Com o programa de afiliados da Amazon, por exemplo, você tem apenas que se inscrever em um conta Amazon Associates e preencher um formulário de impostos.

Quando você é aprovado, recebe o seu próprio painel de controle:

amazon associates 1

voilà, você é um afiliado!

Você também não precisa pagar nada se os seus links não forem acessados. Simplesmente, você não ganhará comissão.

Não é tão ruim. É um risco mínimo.

Vejamos cinco razões para você se tornar um afiliado.

1. Quando você tem uma forte conexão com o produto

Ninguém gosta de um vendedor mentiroso.

Isso fica muito claro quando alguém tenta nos vender produtos em que ele mesmo não acredita.

Não torne-se um afiliado se você não acredita no que está vendendo.

Todo mundo vai perceber.

A mesma coisa acontece quando você acredita no produto.

Se você gosta do produto, as pessoas vão perceber.

Por exemplo, James A. Martin da CIO.com nos dá as suas “3 razões por que você amará o Amazon Echo”:

AmazonEcho1

O link de afiliado dele está no primeiro parágrafo.

Você sabe que é um link de afiliado porque a URL parece com isso:

AmazonEcho3

Um link de afiliado logo no primeiro parágrafo parece suspeito, não?

Exceto se, quando você ler o artigo, percebe que James realmente gosta do Echo.

Ele não está tentando enganar você ou fazer uma grana fácil. Ele adora o produto e acredita que mais pessoas deveriam tê-lo. Então compensa para os dois lados.

Marketing de afiliados é uma excelente oportunidade se você realmente acredita no valor do produto que está vendendo.

Porque muitas vezes você poderá ganhar dinheiro com algo que, de qualquer maneira, recomendaria.

2. Quando você quer agregar valor para sua audiência

Você pode agregar múltiplas ofertas ao seu mix sem criar um novo produto.

Poderia incluir um bônus para alguma coisa que você já usa ou recomenda ou até mesmo um desconto em um produto.

Veja esse exemplo da blogueira de beleza Jamie Page:

NEW MAKEUP I VE BEEN LOVING Jamie Paige YouTube

Ela conta aos seus seguidores qual é exatamente a maquiagem que ela usa. Mas ela só dá um desconto para um produto.

Porque ele é popular. É o favorito dos fãs.

Então ela se tornou uma afiliada para oferecer descontos aos seus leitores. Ela, na realidade, está atraindo os leitores.

A melhor parte é que ela não precisa de uma conta de e-commerce e vender ela mesma o produto.

Mas sua audiência se beneficia da afiliação tanto quanto ela.

3. Quando você tem paciência

Marketing de afiliados não vai deixá-lo rico de uma hora para outra.

Você precisa de uma grande audiência que ame clicar nos seus conteúdos.

Ou você precisa de paciência para promover seu conteúdo por um longo período de tempo.

Porque os resultados entrarão bem devagar.

How much money can you make with wealthy affiliate

Dê uma olhada na matemática em cada uma dessas vendas. Você está ganhando algo entre $10 – 30 por compra.

Claro, há produtos afiliados que lhe pagarão mais por vendas. No entanto, a questão ainda é a mesma.

Você precisará vender centenas, quem sabe milhares, de produtos apenas para ter uma renda mensal decente.

Mas se você não tem problema com um ou com nenhum dos dois, o marketing de afiliados pode tornar-se uma excelente oportunidade de ganhar um dinheiro extra relativamente “fácil”.

O risco financeiro que você corre não é alto com o marketing de afiliados.

4. Quando você tem uma boa reputação com a sua audiência

O marketing de afiliados funciona melhor quando existe um relação de confiança entre o afiliado e o visitante.

Se você é respeitado no seu nicho, se sairá melhor como afiliado.

Olhe a página do popular crítico de tecnologia Marques Browlee:

Samsung Galaxy Note 8 Impressions YouTube

Ele tem 4,9 milhões de seguidores no YouTube. E todos os seus vídeos recebem regularmente milhões de visualizações.

O único link de afiliado que ele tem no vídeo é para o equipamento de vídeo que ele usa.

De vez em quando, ele coloca o link para um produto que ele está analisando. Mas a audiência dele sabe que ele fará uma avaliação honesta como afiliado ou não.

O que aprendemos aqui é: Se sua audiência confia em você, eles confiarão no que você está promovendo.

5. Quando você tem uma boa relação com um anunciante

Existem muitas empresas que realmente valorizam seus afiliados.

Por exemplo, a Amazon trabalha com muitos afiliados, e eles têm muitos produtos dos quais você pode conseguir links de afiliados.

No entanto, é bom que você possa confiar nas empresas com quem você trabalha.

Afinal de contas, sua reputação está em jogo.

Quando feito corretamente, você pode ganhar muito dinheiro sem investir em empregados ou inventário.

Mas, quando feito de maneira errada, as coisas podem dar errado muito rápido.

Aqui estão as razões pelas quais você não deveria tornar-se um afiliado.

Quando o marketing de afiliados não é tão atraente

Claro que nada é perfeito.

Podem existir desvantagens no marketing de afiliados se você não tiver cuidado.

Uma grande desvantagem é que seus anunciantes podem competir por buscas orgânicas relacionadas a marcas.

Um estudo descobriu que 60% dos afiliados usam pague por clique como uma maneira de promover seus produtos.

A busca é uma das principais fontes de tráfego dos afiliados.

toptrafficsources

Você também pode cruzar com anunciantes desonestos.

Alguns anunciantes prometerão altas comissões para atrair novos afiliados, então baixam a taxa de comissão depois de algumas semanas.

Trabalhar com uma rede de afiliados desconhecida também pode ser um risco.

Aqui vão algumas situações em que não seria uma boa ideia usar o marketing de afiliados.

1. Quando você precisa de uma fonte de renda confiável imediatamente

O marketing de afiliados é uma excelente maneira de ganhar dinheiro extra promovendo produtos que você gosta.

Mas não substitui uma renda fixa.

Por exemplo, normalmente é uma renda esporádica de curto prazo, no melhor dos casos.

Why affiliate marketing is a poor form of passive income Kindle Sales 900x439

Se você é novo no programa de afiliados ou se não tem um grande número de seguidores, então você provavelmente não ganhará muito dinheiro.

Pelo menos não no começo.

Como eu disse antes, não pense que o marketing de afiliados é um jeito de ficar rico rápido.

Pode levar anos até que você consiga ter um returno significativo.

2. Quando você se preocupa com segurança

Sequestros de link” acontecem.

Basicamente alguém pode roubar sua comissão trocando sua ID do link pela dele.

affiliate fraud example

Por exemplo, se seu link de afiliado fosse “productdomain.com/?affID,” o sequestrador simplesmente trocaria seu link por algo com “newID.”

Então você veria algo como “productdomain.com/?newID” no lugar.

Isso pode acontecer se alguém hackear seu site ou conseguir acesso aos canais sociais em que você promove seus links de afiliado.

Então se esse assunto já lhe deixa ansioso, é melhor você não agregar links de afiliados.

Do contrário, melhore a sua segurança.

Por exemplo, se você está no WordPress, talvez valesse a pena usar um provedor de hospedagem gerenciado como WP Engine ou Kinsta.

Eles fazem verificações de segurança adicionais, back ups de seu site regularmente e também melhoram a performance do site para aumentar a velocidade da página e de conversões.

Também existem alguns plugins que você pode usar para proteger seu site.

Sucuri busca brechas de segurança no seu site. CloudFlare também faz algo similar para prevenir problemas antes que eles apareçam.

3. Você não quer gerenciar uma conta de afiliados

A manutenção de um programa de marketing de afiliados pode dar muito trabalho.

Às vezes existem muitas coisas envolvidas no processo.

affiliate networks infographic

Por exemplo, o marketing de afiliados depende muito do relacionamento que você tem com sua audiência.

Você tem que ter certeza de que está trabalhando com os parceiros corretos e de que você está atualizando o seu conteúdo regularmente.

Vamos dizer que você faz uma avaliação de um produto em Março de 2016. Com certeza, muita coisa vai mudar nos próximos meses.

O produto pode ficar melhor ou pior. Novas características podem ser agregadas.

Isso significa que você terá que ir várias vezes até essas páginas mais antigas para ter certeza de que tudo ainda é tão relevante quanto era antes.

Pode dar ainda mais trabalho se você estiver gerenciando sua própria rede de afiliados.

Se você não tiver o tempo ou a energia para gerenciar suas contas, monitorar seus links etc., o marketing de afiliados pode não ser para você.

Como tirar máximo proveito do seu marketing de afiliados

Vamos dizer que você tenha pesado os prós e contras, então decidiu entrar no ramo.

E agora?

Existem algumas coisas que você pode fazer para ter certeza de que está tirando o máximo proveito de sua afiliação.

1. Conheça sua audiência.

Os afiliados mais bem sucedidos sabem o que sua audiência quer.

A melhor aposta para gerar resultados dos links de afiliados é produzir conteúdo tendo as pessoas que estão no estágio “compra” do ciclo de venda como alvo.

image226

Afiliados de sucesso promovem seus produtos e ofertas para pessoas que precisam deles agora.

Se não há urgência para comprar o que você está recomendando, as vendas nunca vão decolar.

Pode ser que você tenha que procurar um mercado diferente ou tentar promover diferentes produtos juntos. Então é sempre recomendado experimentar.

2. Pesquise produtos afiliados.

Em um mundo ideal, seu amor por um produto lhe levaria a criar um link de afiliado.

affiliatelink11

Provavelmente, era assim que deveria ser.

Se você promove coisas o tempo todo, por que não ganhar dinheiro com isso?

No entanto, algumas vezes, os afiliados começam pelo caminho contrário.

Empresas e anunciantes podem entrar em contato com o afiliado e pedir a ele que anuncie os seus produtos.

Não estou dizendo que você deva recusar essas ofertas. Mas seria uma boa ideia você saber mais sobre o que estará vendendo antes de promovê-lo.

A última coisa que você quer é vender um produto de má qualidade.

Promover produtos de qualidade duvidosa é o caminho mais rápido para arruinar a sua reputação.

E assim sua capacidade de venda estará comprometida.

Se não foi você que pediu um link a um anunciante, teste o produto primeiro. Promover algo só pelo dinheiro não é uma boa ideia.

3. Tente programas de afiliados diferentes.

Você não precisa ficar preso à Amazon ou à primeira rede de afiliados que tentou.

Se um certo programa de afiliados não funciona com você, existem muitos outros por aí.

access top affiliate networks

Cada programa de afiliados oferece diferentes produtos, serviços e estruturas de pagamentos.

Verifique se seu fornecedor favorito tem um programa de afiliados próprio.

Às vezes, também é possível ir direto à fonte.

Você pode fazer uma parceria com uma marca que gosta em vez de olhar cada produto de uma rede.

4. Seja transparente em relação a sua afiliação.

Muitas vezes, as pessoas usam diferentes métodos para promover seus links de afiliados.

No geral, você deveria dizer à sua audiência qual você usa.

Alguns anunciantes também têm regras estritas sobre onde você pode ou não usar links e sobre como citá-los.

Por exemplo, Amazon Affiliates não permite que você use links em emails, pop-ups, PDFs, guias ou livros eletrônicos.

Where You CANNOT Use Amazon Affiliate Links

Muitos usuários usam plugins ou encurtadores de link para esconder a falta de elegância do link verdadeiro.

Dependendo da situação, não tem problema.

Apenas lembre-se de não tentar enganar a sua audiência para ganhar comissões.

Eles precisam ter certeza de que você está promovendo algo de valor. E, se esse for o caso, não há motivo para esconder.

5. Acima de tudo, seja paciênte.

A renda como afiliado crescerá com o tempo.

Foque em referências e construa sua própria audiência.

Mesmo que você esteja promovendo um produto que renda uma comissão de apenas $5 por mês, é possível melhorar esses números com o tempo e com mais vendas.

Quanto mais se promove o link, mais oportunidades de ganhar dinheiro surgirão.

Mas, às vezes, é apenas um jogo de paciência.

Não deixe que isso desanime você.

No tempo certo, o marketing de afiliados é uma excelente maneira de gerar renda.

Conclusão

Existem muitas razões para entrar para o marketing de afiliados.

É uma excelente maneira de ganhar uma renda extra promovendo coisas de que você já gosta ou que a sua audiência gosta.

Procure parcerias com anunciantes de boa reputação, que dão comissões decentes ou atraia seus leitores com descontos.

Você também terá certo controle sobre o processo.

Não seja tímido e inclua links de afiliados sempre que você quiser.

Apenas não se esqueça de promover coisas que você já tenha testado e que você gosta de verdade.

Você não ficará rico na primeira ou na segunda venda. Pode levar centenas de vendas para fazer alguma diferença na sua renda.

Assim, use esse tempo para criar conteúdos incríveis com os quais as pessoas consigam se identificar. Nutrir a confiança da sua audiência é o primeiro passo para criar um grande negócio.

Decidiu tornar-se um afiliado de marketing para vender produtos? Por que ou por que não?